24 de julho de 2012
Surpreso
Com muita surpresa vejo a informação que a contratação do Elano foi feita com o Aval do Dunga e não da Comissão tecnica do Gremio.
04 de maio de 2012
Parabéns
Parabéns ao Paulo Odone, presidente do Grêmio, e seus pares de diretoria pela excelente contratação do atleta Zé Roberto.
30 de abril de 2012
Reação
Estou triste e muito chateado com a minha expulsão no jogo de hoje.
 
Sei o prejuízo que causei a minha equipe,mas, gostaria de abordar como tudo aconteceu. Durante a semana o assunto envolvendo a particiapação de gandulas do Internacional, foi amplamente discutido e procuramos alertar aos dirigentes da Federação Gaúcha de Futebol.
 
Não se pode adimitir que haja participação de uma pessoa estranha no campo de jogo.
Infelizmente, isso acabou ocorrendo algumas vezes e no calor do jogo, reagi de uma maneira mais forte. Fui expulso de um jogo decisivo, pois na minha visão faltaram ação e pulso da arbitragem.
 
Senti-me violentado nos meus direitos e daí toda a minha reação.
 
É bom lembrar que o Internacional tem entrado em campo sempre com 17 jogadores, sendo: 11 atletas e 6 gandulas. Isso já o ajudou em várias ocasiões e talvez fossem até merecedores da premiação.
 
Hoje, o Internacional ganhou porque mereceu o resultado.
 
Depois deste fato, só me resta esperar que a Federação Gaúcha, a Comissão de Arbitragem e a CBF procurem discutir este tipo de ação que vai acabar virando uma "nova regra" no futebol. 
24 de março de 2012
Justiça de Tocantins - Esclarecimento

Venho por meio da presente nota esclarecer que eu e meus advogados não fomos devidamente cientificados e intimados da decisão judicial proferida pelo Juiz de Palmas (TO).

Todavia e apesar de desconhecermos seu teor, estamos convictos de que a própria Justiça de Tocantins irá, em Grau de Recurso, modificar a equivocada decisão do Juiz, para que ao final do Processo possa prevalecer a verdade dos fatos e impere a  justiça.

E sem a influência de fatores políticos.

24 de fevereiro de 2012
33 depois 23
Lamentável algumas pessoas quererem associar o número da camisa escolhida em minha apresentação com outro tipo de situação.

Sr. Verardi, que é superintendente há 46 anos no Grêmio, me perguntou se eu tinha preferência por algum número em minha apresentação e eu disse que era o 33. Ele disse que este número já estava ocupado e escolhi 23 porque a soma dá 5, um número que me traz sorte.

Esta é a pura e clara realidade do fato.

OBS – Antes que me questionem, tanto a soma que dá 6 como a que dá 5 me dão sorte.


veja também









Vanderlei Luxemburgo © Todos os direitos reservados