24 de fevereiro de 2012
33 depois 23
Lamentável algumas pessoas quererem associar o número da camisa escolhida em minha apresentação com outro tipo de situação.

Sr. Verardi, que é superintendente há 46 anos no Grêmio, me perguntou se eu tinha preferência por algum número em minha apresentação e eu disse que era o 33. Ele disse que este número já estava ocupado e escolhi 23 porque a soma dá 5, um número que me traz sorte.

Esta é a pura e clara realidade do fato.

OBS – Antes que me questionem, tanto a soma que dá 6 como a que dá 5 me dão sorte.


veja também









Vanderlei Luxemburgo © Todos os direitos reservados